segunda-feira, 16 de abril de 2012

Ӝ̵Ʒ..•°*"˜ ☆ ¸..•´¨¨)) -:¦:-
.(ړײ)/       ¸.•´….•´¨¨))
.«▓       ((¸¸.•´ ¸.•´.-✿
..╝╚ …✿. ✿....✿...
"O amor é uma força, uma energia, que se manifesta
Na alma como um sentimento de lembrança de algo
Que a alma já teve, mas perdeu.”
(Platão)
Narciso invertido.
sou corda esticada , 
elástico retorcido 
arame espinhento.
sou um pé de chorão na beira do rio,
me curvo , mas não deito .
sou flor que se fecha, no calor abrasador,
mas se abre de novo com qualquer vento fresco.
sou garoa , sou tempestade.
sou narciso invertido .
quem me olha é o espelho.
sou veio de água que desce a montanha cantando ,
as vezes chorando.
posso ser rio manso , ou caudaloso .
não tenho estações ,desabrocho em botões .
viro sol abrasador no meio da mais forte chuva .
sou garoa fria , vento gelado.
sou inteira faltando faltando pedaços , sou feliz sentindo tristeza.
eu me perco quando me acho , sou guerreira , amante da paz .
atribulações , tempestade , vento forte ,
sou vácuo embora preenchida .
me estraçalho , mas me refaço.
sou uma viajante que chegou para ficar. by vera lúcia silva

terça-feira, 10 de abril de 2012


A palavra sincera

Você sabia que a palavra "sincera" foi inventada pelos romanos?

Eles fabricavam certos vasos com uma cera especial tão pura e perfeita que os vasos se tornavam transparentes.

Em alguns casos era possível distinguir os objetos guardados no interior do vaso.

Para um vaso assim, fino e límpido, diziam os romanos:

Como é lindo! Parece até que não tem cera!

"Sine cera" queria dizer "sem cera", uma qualidade de vaso perfeito, finíssimo, delicado, que deixava ver através de suas paredes.

Com o tempo, o vocábulo "sine cera" se transformou em sincero e passou a ter um significado relativo ao caráter humano.

Sincero é aquele que é franco, leal, verdadeiro, que não oculta, que não usa disfarces, malícias ou dissimulações.

A pessoa sincera, à semelhança do vaso, deixa ver através de suas palavras os nobres sentimentos de seu coração.

Assim, procuremos a virtude da sinceridade em nossos corações. Sim, pois na forma de potencialidade ela está lá, aguardando o momento em que iremos despertá-la, e cultivá-la em nossos dias.

Se buscamos a riqueza do espírito, esculpindo seus valores ao longo do tempo, devemos lembrar da sinceridade, deste revestimento que nos torna mais límpidos, mais delicados.

Por que razão ocultar a verdade, se é a verdade que nos liberta da ignorância?

Por que razão usar disfarces, se cedo ou tarde eles caem e seremos obrigados a enfrentar as conseqüências funestas da mentira?

Por que razão dissimular, se não desejamos jamais ouvir a dissimulação na voz das pessoas que nos cercam?

Quem luta para ser sincero conquista a confiança de todos, e por conseqüência seu respeito, seu amor.

Quem é sincero jamais enfrentará a vergonha de ser descoberto em falsidades.

Quem luta pela sinceridade é defensor da verdade do Cristo, a verdade que liberta.

***

Sejamos sinceros, lembrando sempre que esta virtude é delicada, é respeitosa, jamais nos permitindo atirar a verdade nos rostos alheios como uma rocha cortante.

Sejamos sinceros como educadores de nossos filhos. Primemos pela honestidade ensinando-lhes valores morais, desde cedo, principalmente através de nossos exemplos.

Sejamos sinceros e conquistemos as almas que nos cercam.

Sejamos o vaso finíssimo que permite, a quem o observa, perceber seu rico conteúdo.

Sejamos sinceros, defensores da verdade acima de tudo, e carreguemos conosco não o fardo dos segredos, das malícias, das dissimulações, mas as asas da verdade que nos levarão a vôos cada vez mais altos.

Por fim, lembremo-nos do vaso transparente de Roma, e procuremos tornar assim o nosso coração.
Dissolva-se numa energia de amor, torne-se uma energia de amor - não amor por algo específico, mas amor por tudo, e até por nada! 
Não é preciso um objeto de amor, mas apenas uma energia transbordante de amor. 
Se você está sentado em silêncio em seu quarto, deixe que o ambiente se torne cheio de energia de amor, crie uma aura de amor à sua volta.
Se você estiver olhando para as árvores, ame as árvores.
Se estiver olhando para as estrelas, ame as estrelas.
Você é amor, e pronto!
Portanto, onde quer que esteja, vá jorrando amor... até sobre as rochas.
E, quando você jorra amor sobre as rochas, elas não são mais simplesmente rochas.
O Amor é tamanho milagre, tamanha magia, que transforma tudo no objeto amado....
Você se torna Amor, e a existência se torna a amada, se torna Deus...
As pessoas buscam e procuram Deus sem se tornarem amor.
Como podem encontrá-lo?
Não possuem o equipamento necessário, nem o contexto e o espaço necessários.
Crie Amor e esqueça tudo sobre Deus.
Um dia, de repente, você o encontrará em todo lugar...

Confúcio
MEU CONTO

A fantasia é meu melhor lugar,
Ali onde existem luzes e sombras
Onde sobram as esferas diretrizes dos sons
E a canção traz volutas vaporosas de sonhos
Minha alma segreda aos ouvidos do tempo
E ainda pensa que é criança.
E puramente lança areia nos olhos do destino
Loucos os fantoches me imitam.
E fadas galopam unicórnios dourados
Cavalos alados me levam sobre a campina
E sobre mar onde deuses loucos mergulham
E voltam à superfície sedentos
Dos meus desejos mais insanos
Que são desejos de terra pela semente
De ciranda pelo redemoinho
Paixões de soldados enternecidos
Mergulhados numa fotografia,
Meus pobres desejos imensuráveis
Fugidos e loucos pelas sobras do crepúsculo
Desenhando formas gigantescas no horizonte
Onde meu verde olhar inventa uma nova
Historia só minha e da minha verdade,
Essa feita de chuva dourada e borboletas
Dolosas
De amor juvenil, de poemas e rosas!

Claudia Morett











domingo, 8 de abril de 2012

nos precisamos tirar proveito , aprender com as pequenas coisas , mesmo que sejam bem pequenas , para sermos felizes .
alguns buscam as coisas grandes , e até as encontram mas não consegue a felicidade ,Hoje estou vivendo um tempo de granderealizações , mas tambem um tempo de muita mudanças de vida .
Eu lembro quando tinha todos meus filhos em casa ( 7filhos) , a casa era cheia de gente , bem movimentada , hoje é vazia e silenciosa . As vezes me da uma uma tristeza, e parece que o desanimo vai me pegar.
mas eu procuro lembrar que não sou a unica a passar por esse caminho .
parece que o tempo passou muito rápido , e meus filhos sairão muito cedo de casa .
Eu sinto muita falta deles , gostava de ver as crianças correndo de lá para cá ,pessoas conversando , e muitas pessoas em volta da mesa .
E uma sensação de perda muito grande dificil de aceitar , mas não é impossivel.
você precisa continuar , voltar para traz não é mais possivel, precisa continuar caminhando............Elza Maria Mendes da Silva
primeira parte das memórias de minha mãe postarei aos poucos o resto ainda tem muitos capitulos

Penapolis 9/6/1996
EU Elza Mria Mendes da silva nascida em Alagos Uniçao dos Palamres no ano de 1947 no dia 15 /8/ Meu pai Cassemiro Mendes da Silva minha mãe Emilia da Conceição Mendes .
Minha mãe teve 13 filhos dos quais só 5 sobreviveram, os quais saõ Carmelita MENDES DA Silva ,Alrino , Lorivan
Nessa cidade meu pai morou um bom tempo trabalhando como pedreiro, e quando tinha tempo pescava e caçava tudo para ajudar na alimntação dos filhos .
Meu pai rea um bom pescador , era raro meu pai ir pescar e não trazer peixes para casa , os meus irmãos mais velhos ajudava minha mãe a limpar os peixes , ele temperava a moda do norte e punha tudo para secar no sol, e era a mistura as vezes até de uma semana .na hora do almoço , que era feijão de corda e abóbora com farinha , minha mãe , colocava no espeto a assava no fogão de lenha .
Era o café da manhã.
Quase sempre batata doce cuscus de fúba e uma chaleira de café.
Algumas vezes tinha inhame e banana cozida , que meu pai ganhava nos sitios das pessoas que conhecia ele ,pão e manteiga era muito dificil ,só quando a situação estava muito boa em casa .
Naquela cidade a vida corria tranquila , meu pai trabalhava ali por perto
Capitulo segundo" Não sei escrever tudo o que sinto,mas sei sentir e com um amor imenso cada pedacinho
Minha irmã e meus irmaõs já ajudava um pouco e assim a vida seguia normal, mas o desemprego sempre foi um problema para meus pais .
Um dia meu pai chegou para minha mãe e dissse
_ Emilia acabou o serviço , eu não queria te falar mas a dona Mariinha ( a dona da fazenda) disse que só vai ter serviço até daqui as uns 5 dias , eu já procurei alguma coisa por ai e nada achei .
Minha mãe estava tomando café em uma canequinha que ele mesmo ( meu avó) tinha feito , oque vamos fazer , minha avó ainda era muito nova havia se cadado com 13 anos.
- o que vamos fazer?. Meu pai teminou de tomar o café se lenantou do banco de madeira que ficava perto do fogão , pegou o machado e foi rachar lenha para minha mãe .
Eu com minha boneca de pano , e dois dedos na boca escutava meu pai e minha mãe e percebia , ele com ar de preocupação mas não entendia nada do que estava acontecendo
Desse dia em diante eu percebia que ele , meu pai saia toda manhã e voltava entristecido .Até que um dia ele saiu e voltou logo em seguida , chamou minha mãe conversou com ela e disse, arruma a minha roupa eu vou viajar.

 emoção em cada linha ......

sexta-feira, 6 de abril de 2012

a carta original.........
essa carta foi escrita pela minha mãe Elza Maria mendes da silva ,para sua mãe , minha avó que fugiu de casa deixando os filhos , hoje minha mãe tem 67 anos ,quando minha avó fugiu ela tinha 6 anos , ela desapareceu da fazenda onde eles viviam municipio de Pau dos Alves, alagoas o nome da minha avó é Emilia Maria da Conceição Mendes 
ano de 1954 
a minha mãezinha querida , quem me dera saber onde você esta .
a saudade é grande . como gostaria de ter seu endereço , você foi embora para não mais voltar, me deixando sem ao menos dizer adeus.
guardo comigo a canção que você cantava quando ia ao rio lavar as roupas , a canção que você mais gostava , eu ia sempre com você, eu gostava de ouvir você cantarolando. Um dia você se foi , tudo acabou, não ouvi mais sua vos .
naquela tarde de verão em Pau dos Alves , alagoas , o sol estava declinando,a noite anunciando o anoitecer , eu tinha brincado bastante com meus irmão Alrino e LORIVAM
Esse dia ficou marcado para sempre em nossas vidas .
você mandou que eu buscasse algo para você . e se foi nos deixando para traz , você não quis nos levar .quando voltei para casa trazendo o que você me pediu para buscar , já tinha partido.
Não mais te encontrei. ficando assim uma grande tristeza e solidão .
Muito aflita eu te procurei em volta da casa , e te chamei na minha aflição ,mais logo a Carmelita minha irmã mais velha ,me informou que você tinha ido embora.
Entrei chorando para dentro de casa , sem entender direito o que estava acontecendo.
Ainda achei que você tinha ido viajar e ia voltar logo.
Mais a realidade era muito dura e sua viajem era uma viajem sem volta, mãezinha você me enganou.
Naquela casinha uma tristeza tomava conta de todos nos , eu e meus dois irmãos mais novos , na hora da janta estávamos sentados de cabeça baixa á mesa sem dizer nada .
A Carmelita preparou nossa ceia e sentou conosco á mesa , mas seu lugar permaneceu vazio.
Naquela noite não sei como dormimos porque era você que arrumava nossa caminha.
no outro dia acordei e o dia estava muito triste , fiquei pensando como seria dali em diante sem você .
como seria nossa vida , depois a Carmelita tambem foi embora para casa dela , pois ela já estava casada . E nos ficamos sozinhos.
meu pai ( Cassemiro mendes da silva) continuou trabalhando por mais um tempo naquela cidade , só vinha em casa no final de semana , e nos ficávamos sozinhos na fazenda ,nem mesmo sabiamos fazer a alimentação direito , um dia comiamos no outro dia passávamos com qualquer coisa........... a carta vai só até aqui minha mãe Elza Maria Mendes da silva escreveu já algum tempo
minha avó deixou a familia , os meus tios se chamam Moacir (in memória ) Alrino e LORIVAM. foi ano de 1954 , caso alguem saiba de uma história parecida encarecidamente eu peço que deixe recado na minha pagina , minha mãe sofre até hoje , aquela menininha ainda espera a mãe voltar para jantar ........... deus abençoe a todos , desde já agradeço qualquer informação . meus avós moraram em uma fazenda em Alagoas , de nome fazenda Alegria. o nome da minha avó era Emilia Maria da Conceição mendes ...o nome do meu avô era Cassemiro Mendes da silva

My Blog List


"Minha teoria é simples. Meu sentir é exagerado. Me jogo, me lasco, me entrego, me esfolo inteira. Melhor do que viver pela metade. Amar pela metade. Acreditar pela metade. Pra tombo há remédio, há refazer. Pra sonho desperdiçado, não."

A SEMPRE UM RESTO DE PERFUME UM TRAÇO DE BELEZA ANTIGA...
a significação é invisivel, mas o invisivel não esta em contradição com o visivel .o visivel tem uma estrutura interna invisivel, e o invisivel é o contraponto secreto do visivel
as pessoas sempre descobre seu próprio mistério a custa de sua inocência..........

Recent Posts

Introduction

Recent Comments


para não perder esse riso largo e esta simpatia estampada no rosto

beatrix - ppoter escritora de contos infantis que encanta adultos...


porque a maior dor do vento é não ser colorido.
Loading...