terça-feira, 19 de junho de 2012

Um dia eu precisei amar minha dor .Era o único jeito que tinha de continuar vivendo . Ou anprendia , ou morreria com ela . Resolvi aprender . Desde então , minha dor é minha companheira , minha mestra , minha parceira .Deixou de ser minha ...inimiga no momento em que a olhei nos olhos e aceitei conhecê-la com mais propriedade . Quis entar nos mistérios de seus mecanismos com o intuito de poder administrar melhor as suas consequências .......Eu não a busco , mas quando chega , abro as portas para não que force as janelas . Deixo que entre , ofereço -lhe um café , olhos nos eus olhos para que cesse o medo e depois me empenho em deixar que fique o tempo necessário , até que se dissolva por si só , pela força do tempo .Quando acolhida, a dor se dissipa aos poucos , e , de maneira incrivel e surpreendende , o que parecia tão definitivo transforma -se em matéria transitória.......

Nenhum comentário:

Postar um comentário


"Minha teoria é simples. Meu sentir é exagerado. Me jogo, me lasco, me entrego, me esfolo inteira. Melhor do que viver pela metade. Amar pela metade. Acreditar pela metade. Pra tombo há remédio, há refazer. Pra sonho desperdiçado, não."

A SEMPRE UM RESTO DE PERFUME UM TRAÇO DE BELEZA ANTIGA...
a significação é invisivel, mas o invisivel não esta em contradição com o visivel .o visivel tem uma estrutura interna invisivel, e o invisivel é o contraponto secreto do visivel
as pessoas sempre descobre seu próprio mistério a custa de sua inocência..........

Recent Posts

Introduction

Recent Comments


para não perder esse riso largo e esta simpatia estampada no rosto

beatrix - ppoter escritora de contos infantis que encanta adultos...


porque a maior dor do vento é não ser colorido.
Loading...